Implantação e integração com o Salesforce Billing

Objetivos de aprendizagem

Após concluir esta unidade, você estará apto a:

  • Identificar os diversos modelos de implantação para o Salesforce Billing.
  • Identificar como o Salesforce Billing ajuda o financeiro a administrar os impostos.
  • Identificar como o Salesforce Billing ajuda o financeiro a administrar os pagamentos.
  • Descrever a abordagem em plataforma à integração com o Salesforce Billing.

A reta final

Consegue perceber? Estamos quase lá! Nas unidades anteriores, discutimos as várias formas como o Salesforce Billing permite que você repense os negócios, colabore com parceiros em vendas e operações comerciais, e eleve seus relacionamentos com os clientes a um novo patamar.

Mas como fazer a implementação? Embora nesta unidade a nossa intenção não seja apresentar um tutorial passo a passo para configurar o Salesforce Billing, mostraremos as principais ideias a considerar na implementação de uma solução moderna de cobrança.

Os diferentes modelos de implantação para o Salesforce Billing

Na unidade 3: Dar uma mão para o financeiro, destacamos por que é tão importante manter a flexibilidade em todo o ciclo de vida da receita. Isso beneficia a área de vendas, que pode vender do jeito que precisa, enquanto você ainda mantém o controle dos preços, da captura de dados e do fluxo de trabalho. Ao mesmo tempo, ajuda a manter o equilíbrio adequado entre deixar os clientes felizes e cumprir suas obrigações comerciais.

Nossa plataforma oferece flexibilidade em mais uma área: o processo. Não estamos falando de fluxos de trabalho e transferência de dados. Estamos falando de implementar o melhor modelo de ciclo de vida da receita para a sua equipe e sua instalação tecnológica.

Lead-to-Invoice
Resolve desafios de escala no lançamento de novos produtos, desafios de faturamento com assinaturas, cobranças por uso/métricas e cobranças de consumo/serviços públicos. As operações financeiras e a contabilidade ainda são gerenciadas no ERP, mas os dados ficam mais limpos, pois há apenas um mecanismo de definição de preços e transação.
Lead-to-Cash
Modelo ilustrado na unidade 3: Dar uma mão para o financeiro. Nesse modelo, o Salesforce Billing também permite o faturamento e organiza a cobrança. Os dados limpos são enviados para contabilidade geral e relatório.

Cada opção tem suas próprias implicações e diversos níveis de impacto nas equipes financeira e contábil. Também afeta sua instalação tecnológica e seu uso do ERP, bem como de outras ferramentas financeiras/contábeis que possam estar em seu portfólio.

Vamos falar de integrações

Durante este módulo, mostramos as áreas centrais que são agilizadas quando se tem o Salesforce CPQ e o Salesforce Billing na mesma plataforma. É o uso da mesma plataforma que facilita a integração com calculadoras de impostos, processadores de pagamentos e o ERP.

Nota

Nota

Conforme o modelo de implantação escolhido para o Salesforce Billing, algumas ou todas as opções abaixo podem estar disponíveis.

Gerenciamento tributário

Com o Salesforce Billing, você tem flexibilidade para configurar regras tributárias exclusivas para cada produto. Atribua declarativamente (aponte e clique) uma ou mais regras a serem aplicadas, garantindo a devida tributação. Você pode determinar, por exemplo:

  • Se um produto precisa ou não ser tributado
  • Qual integração deve ser usada (mais informações abaixo)
  • Um ou mais códigos tributários
  • Regras de contabilidade geral para orientar o processo de manutenção de registros
  • E muito mais

Assim como nossa plataforma oferece opções de implantação, com o Salesforce Billing é fácil usar nosso recurso tributário padrão que vem de fábrica e integrá-lo a uma ou mais soluções tributárias de terceiros, que desenvolveram suas próprias integrações (como é o caso de Avalara e Vertex).

O Salesforce Billing facilita a coordenação do cálculo tributário.

Com essa plataforma, você pode usar um sistema completo que calcule os impostos para fins de faturamento e preenchimento de remessas, ou usar uma calculadora de terceiros e enviar os dados a mais uma ferramenta (que trabalho!).

O objetivo é que você se concentre na criação do processo ideal para sua organização e em sua capacidade de atender às expectativas dos clientes e de outras partes interessadas.

Pagamento

Para o modelo Lead-to-Cash, estão disponíveis integrações nativas com sistemas de pagamento como PayPal, Authorize.net e CyberSource, para citar só alguns. Nesse caso, o Salesforce Billing ajuda a monitorar e gerenciar faturas e pagamentos. É possível configurar declarativamente notas de débito ou crédito referentes às faturas. E você pode automatizar total ou parcialmente o processamento.

Confira alguns dos principais recursos:

  • Processar pagamentos. Processe pagamentos totais ou parciais usando os métodos de pagamento armazenados, seja para várias faturas ou para itens isolados.
  • Pagamentos recorrentes. Permite automatizar o processamento de pagamentos. As regras são definidas para que o Salesforce Billing avalie as faturas ao longo do tempo e faça pagamentos programados utilizando as informações de pagamento do cliente.
  • Aplicar créditos e débitos. Emita notas de crédito ou débito independentes e aplique-as a linhas específicas da fatura.

Depois, os dados transacionais limpos de liquidação da fatura são enviados ao ERP para fins de relatório financeiro. 

Sobre o ERP

Novamente, o modelo de implantação escolhido influencia como você trata a integração com o ERP. Ainda bem que o Salesforce ou um integrador do sistema pode ajudar a identificar o tipo de integração ideal assim que você definir seu processo.

A Salesforce Platform oferece conectores nativos com os principais sistemas de ERP e um catálogo de parceiros que podem ajudar a definir a melhor abordagem. Tudo isso está disponível no Salesforce AppExchange, nosso mercado de aplicativos. Além disso, se houver a necessidade de integração personalizada, o sistema acompanha a sua escala. Com cada atualização automática, garantimos que nossas APIs sejam compatíveis com sistemas anteriores para que as suas conexões não deixem de funcionar.

Parceiros por todo o processo

As quatro mãos que se sobrepõem num círculo representam a ideia de que, juntos, o Salesforce CPQ e o Salesforce Billing formam a única plataforma que realmente permite a colaboração multifuncional entre as áreas de vendas, operações e finanças.

Vamos fazer a chamada de todas as equipes envolvidas na transformação do ciclo de vida da receita.

  • Seus clientes (obrigatório)
  • Financeiro (sem sombra de dúvida)
  • Operações
  • Vendas
  • Integrador de sistemas
  • Salesforce CPQ e Salesforce Billing

Pode reparar que organizamos essa lista de uma forma específica. Quando vamos transformar os negócios, seja implementando novos produtos e serviços, adotando novos modelos comerciais ou reavaliando os relacionamentos, essa é a ordem perfeita em termos de importância. No mundo ideal, o ponto de partida é o cliente e a forma como você está se adaptando às necessidades dele. 

Mas sabemos que as coisas podem se complicar bem rápido. Então, é importante ter a flexibilidade e a colaboração aberta entre as equipes, e a tecnologia certa para fazer essa mudança. Quando você se concentra nesse tipo de transformação, ela se paga através da fidelidade do cliente, dos negócios recorrentes e de um tipo inestimável de escala e agilidade. E com isso você pode contar.

Recursos