Entender os modelos de dados do Sales Cloud

Objetivos de aprendizagem

Após concluir esta unidade, você estará apto a:

  • Organizar como seus dados são coletados e categorizados usando objetos e campos.
  • Fazer alterações simples em objetos e campos que farão sua implementação funcionar.

O que é um modelo de dados?

Todos os seus dados de vendas precisam de um lar no Sales Cloud. Um modelo de dados determina como as informações rastreadas se relacionam com cada indivíduo e seu negócio. Ele também define os relacionamentos entre conjuntos de dados diferentes.

Sabemos que olhar para todos os seus dados de uma vez pode ser sufocante. É por isso que é importante organizar como você coleta, categoriza, armazena e exibe esses dados. Ter uma estrutura definida para seus dados facilita seu entendimento, a apresentação deles para suas equipes e sua acionabilidade.

Dados “voando” por um funil, representando como dados desorganizados ficam organizados no Sales Cloud.

Para ter um exemplo de como a modelagem de dados se aplica a uma situação prática, vamos dar uma olhada na fabricante Cloud Kicks.

Seu gerente de vendas, Jose, recebeu a tarefa de melhorar a produtividade da equipe. No início do processo de implementação, Jose fez o mapeamento de sua meta para a métrica específica que ele precisa rastrear e do benefício que essa métrica traz para seus usuários de vendas. Assim, ele pode identificar facilmente quais recursos do Sales Cloud devem ser usados e como esses recursos podem ajudar sua equipe a alcançar suas metas.

Meta
Métrica
Benefício para a equipe de vendas
Entender quais tipos de atividades contribuem para fechar negócios.
Número de atividades registrado por Oportunidade por tipo (por exemplo, reuniões em campo, chamadas telefônicas e assim por diante).
Podem ver quais atividades cotidianas têm mais impacto.

Para coletar os dados que permitem que Jose mire nos aprimoramentos de produtividade, ele faz com que seus representantes registrem cada chamada, email e reunião em cada negócio específico.

Em seguida, Jose vê quais negócios fechados tiveram mais atividades registradas e qual era a natureza dessas atividades. Ele observa que chamadas telefônicas e live chats trouxeram a maior quantidade de conversões de leads. Assim, Jose aumenta o uso desses novos insights no processo de vendas. Agora, os representantes de vendas passam mais tempo fazendo chamadas e participando de live chats.

Essencialmente, Jose está navegando entre dois conjuntos de dados distintos: os negócios fechados por seus representantes e as atividades registradas nesses negócios. A capacidade de Jose ver esses dois conjuntos de dados é definida pelo modelo de dados da Cloud Kicks, especificamente o relacionamento entre o objeto Oportunidades e o objeto Atividade. 

Essa é a ideia central por trás da modelagem de dados. No Sales Cloud, seus modelos de dados se baseiam em dois elementos essenciais: objetos e campos. Esses objetos e campos armazenam e organizam dados. 

O que é um objeto padrão?

Um objeto é um lar para seus dados. Pense em um objeto como um formulário que você usaria para coletar e armazenar informações cruciais sobre determinado tópico que seja relevante para seu negócio e possa ser acionável. Os objetos padrão são um conjunto de objetos que já vêm configurados para você no Sales Cloud. (Falaremos mais sobre alguns desses objetos na próxima unidade.) 

Uma das melhores características do Sales Cloud é como vários conjuntos de dados podem se conectar por meio de relacionamentos de objetos. Isso significa que você pode, por exemplo, usar as informações de contato de um cliente e conectá-las a todos os negócios que já foram fechados com ele.

O que é um campo padrão?

Objetos são compostos por campos. Campos são essenciais para que seus objetos façam seus trabalhos. Se você pensou no objeto como um formulário, os campos seriam as informações específicas que precisam ser preenchidas no formulário (por exemplo, Nome). Os campos padrão são um conjunto de campos que já vêm configurados para você no Sales Cloud.

Ter um campo para cada parte de dados contida em seus objetos permite que suas equipes de vendas tenham uma experiência clara e consistente sempre que adicionarem novas informações. Por exemplo, se eles quiserem criar um novo contato, terão dados para os mesmos campos de todos os contatos existentes (por exemplo, Nome, Telefone, Empresa).

A página do objeto Contato com caixas em vermelho destacando a página e a navegação e caixas em laranja em torno de dois campos no objeto.

O uso de campos também simplifica a definição de relacionamentos de objetos. Se você tem um campo Empresa para cada contato com quem já fechou negócios, pode conectar todos os contatos da mesma empresa no Sales Cloud.

Assim, ter objetos e campos padrão desde o princípio facilita a organização dos dados da equipe rapidamente.

Editar objetos e campos

Quando você quiser fazer alterações nos objetos e nos campos, entre em sua conta do Sales Cloud e use o Gerenciador de objetos. É possível encontrar o Gerenciador de objetos no menu de configuração, que você acessa clicando no ícone de engrenagem Ícone de engrenagem. no canto superior direito da tela inicial do Sales Cloud.

Página do Gerenciador de objetos no menu Configuração, com recursos específicos destacados com caixas em vermelho.

Você também pode acessar o Gerenciador de objetos em um objeto que já esteja visualizando. Para abrir o Gerenciador de objetos, basta clicar no ícone de engrenagem e clicar em Editar objeto.

Como acessar o Gerenciador de objetos pelo ícone de engrenagem de configuração e em Editar objeto.

Depois de abrir o Gerenciador de objetos, você verá todos os objetos disponíveis para edição e personalização. 

Agora que você está familiarizado com objetos padrão, campos padrão e o Gerenciador de objetos, está pronto para fazer alterações que ajudarão o Sales Cloud a refletir seu negócio.

Recursos