Criar links detalhados para o conteúdo do myTrailhead

Objetivos de aprendizagem

Após concluir esta unidade, você estará apto a:

  • Explicar como a autenticação de logon único funciona com o myTrailhead.
  • Criar um link detalhado para levar os usuários diretamente para o conteúdo do myTrailhead.

Como usar o logon único com o myTrailhead

Na Pure Aloe, os funcionários usam a autenticação de logon único (SSO): Eles fazem login uma vez, usando suas credenciais da organização do Salesforce, e isso dá a eles acesso ao Salesforce e aos outros aplicativos que a empresa usa. 

Romina, a profissional de aprendizado e capacitação da Pure Aloe, pergunta a Joseph, o administrador da Pure Aloe, se os funcionários podem usar o SSO para fazer login no myTrailhead.

"Caso contrário", diz Romina, "todos teriam que fazer o login no Salesforce e no myTrailhead separadamente e isso seria muito inconveniente."

Joseph adora quando as respostas são fáceis. Ele explica a Romina que é possível criar um link detalhado, ou seja, um “link fácil” para o myTrailhead, e colocá-lo na página de destino do SSO da Pure Aloe. O link pode levar os usuários diretamente para o myTrailhead da mesma forma que outros links da página de destino levam os usuários diretamente para o Salesforce ou para outros aplicativos da empresa. Os usuários podem até colocar um link detalhado para o myTrailhead em um email ou em uma publicação do Chatter.

Romina está encantada com as novidades. Ela já começa a pensar em mil coisas. 

“Olha…sabe o que seria ótimo?”, ela diz. “Seria ótimo se eu pudesse criar um link detalhado que levasse as pessoas diretamente para determinado módulo ou trilha. Seria possível?” 

Joseph sorri. “Sim! Deixe-me mostrar como.”

Como criar um link detalhado para um módulo ou uma trilha do myTrailhead

Joseph sabe que o link detalhado que Romina deseja precisa atender a alguns requisitos. 

  • Ele precisa confirmar que um usuário é autenticado via SSO.
  • Em seguida, tem que levar o usuário ao conteúdo.
  • Se um usuário ainda não estiver autenticado via SSO, primeiro o link deverá levar o usuário à tela de login do myTrailhead.
  • E, depois que o usuário fizer login, terá que levá-lo ao conteúdo.
  • Se um usuário ainda não tiver criado uma conta de usuário do myTrailhead, o link deverá levá-lo ao fluxo de registro da conta.
  • E, depois de o usuário criar um perfil e fazer login, o link deverá levá-lo ao conteúdo.

“Parece complicado”, ele diz para Romina. “Mas não é. Vamos começar com um link para uma trilha.” 

Romina sugere a trilha Navegar pela sua carreira na Pure Aloe e Joseph localiza-a no site do myTrailhead da Pure Aloe. 

https://purealoe.my.trailhead.com/content/purealoe/trails/navigate-your-pure-aloe-career

“Para criar um link detalhado, crie a parte do link que confirma se o usuário está autenticado via SSO,” Joseph explica. “Em seguida, crie o caminho para o conteúdo. Para o caminho, você usa todo o conteúdo da URL que vem depois de ".com".” 

Ele mostra para Romina as partes da URL que são essenciais para a criação de um link detalhado para a trilha.

  • O nome do subdomínio do myTrailhead da Pure Aloe: purealoe.my.trailhead
  • O nome do namespace da Pure Aloe: purealoe
  • O tipo de conteúdo: trails
  • O nome da API de conteúdo: navigate-your-pure-aloe-career

“Sem querer sair do tópico,” Romina diz, “mas o que é um nome da API?”

Joseph explica que o nome de uma API é um código exclusivo que aponta para um conteúdo. Ele indica a URL na página da trilha que ele abriu. “Veja, nesta URL, o nome da API aponta para a trilha Navegar pela sua carreira na Pure Aloe”, ele diz.

“Entendi”, responde Romina.

Joseph começa a criar o link detalhado para a trilha começando pela parte que confirma a autenticação por SSO. 

1. Ele começa com https:// e adiciona a localização online do serviço de retransmissão: trailblazer.me.

https://trailblazer.me

2. Ele adiciona o prompt de retransmissão que inicia a autenticação por SSO: /relay?

https://trailblazer.me/relay?

3. Para dizer à retransmissão onde ela deve ir, ele adiciona community= e o nome do subdomínio do myTrailhead da Pure Aloe.

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead

4. Após o nome do subdomínio, ele adiciona um “e” comercial (&) para conectar as partes da URL.

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead&

5. A Pure Aloe tem Meu domínio configurado em sua organização do Salesforce e isso determina o que Joseph acrescentará em seguida: Ele adiciona mydomain= e, em seguida, o nome Meu domínio da Pure Aloe: purealoe.

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead&mydomain=purealoe

Nota

Nota

Se a Pure Aloe não tivesse Meu domínio configurado em sua organização do Salesforce, em vez de mydomain=, Joseph adicionaria instance=. Em vez do nome do Meu domínio da empresa, Joseph adicionaria a instância em que a organização do Salesforce da Pure Aloe está localizada, como na57.

Para determinar se Meu domínio está configurado em sua organização do Salesforce, navegue até Configuração > Meu domínio. Se a organização usar Meu domínio, o nome do domínio estará nessa página.

Para determinar a instância onde sua organização do Salesforce está localizada, navegue até Configuração > Informações sobre a empresa. Em Informações sobre a empresa, observe o campo Instância.

Joseph faz uma pausa aqui. “OK. Acabamos de criar a parte do link que confirma se o usuário está autenticado por SSO”, ele explica. “Agora, adicionaremos o caminho à trilha.”

6. Em seguida ao nome do Meu domínio, Joseph adiciona &path=/.

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead&mydomain=purealoe&path=/

Joseph se refere à página da trilha que ele abriu no começo. Ele diz para Romina: “Lembra-se de como indiquei o nome do namespace, o tipo de conteúdo e o nome da API da trilha? Veja onde os usamos.” 

7. Para criar o caminho para a trilha, ele adiciona: content/ e:

  • O nome do namespace da Pure Aloe: purealoe/
  • O tipo de conteúdo: trails
  • O nome da API de conteúdo: navigate-your-pure-aloe-career

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead&mydomain=purealoe&path=/content/purealoe/trails/navigate-your-pure-aloe-career

“Pronto”, diz Joseph. Ele aponta para o link detalhado para a trilha que Romina pode enviar para qualquer pessoa da empresa. "Quando os usuários clicam no link, ele verifica se eles foram autenticados com SSO e, em seguida, leva-os para a trilha."

“Excelente!”, exclama Romina. “E se eu quiser criar um link detalhado para um trailmix? Posso?” 

Joseph sabe que ela se refere ao trailmix Mantenha-se seguro que ela criou. Esse trailmix é um treinamento de segurança obrigatório para todos na empresa.

“Sem problema,” ele diz. “Mãos à obra.” 

Como criar um link detalhado para um trailmix do myTrailhead

Joseph navega até o trailmix Mantenha-se seguro no myTrailhead.

https://purealoe.my.trailhead.com/users/rominacinnamon/trailmixes/stay-secure

“OK. É tudo igual até chegarmos à etapa 6”, diz Romina. 

1. Joseph segue as etapas anteriores de 1 a 5 e cria a parte do link que confirma se um usuário está autenticado via SSO.

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead&mydomain=purealoe

2. Após o nome Meu domínio, ele adiciona &path=/.

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead&mydomain=purealoe&path=/

3. Para criar o caminho, ele copia todo o conteúdo da URL que é exibido depois de “.com” na página do trailmix: users/rominacinnamon/trailmixes/stay-secure

4. Ele cola esses detalhes no link detalhado. 

https://trailblazer.me/relay?community=purealoe.my.trailhead&mydomain=purealoe&path=/users/rominacinnamon/trailmixes/stay-secure

“Pronto”, diz Joseph. "Aí está seu link detalhado para o trailmix com uma verificação de autenticação via SSO incorporada."

Romina está entusiasmada e o trabalho de configuração do myTrailhead de Joseph está concluído.

Recursos