Desenvolver sua estratégia virtual

Objetivos de aprendizagem

Após concluir esta unidade, você estará apto a:

  • Criar um plano para utilizar tecnologia em sua equipe virtual.
  • Desenvolver uma estratégia de comunicação para gerenciar os seus subordinados diretos virtuais.
  • Descrever os diferentes tipos de equipes virtuais.
  • Identificar melhores práticas e dicas e truques para criar cultura em sua equipe virtual.

Estratégias virtuais

No início dos anos 2000, a Apple lançou uma campanha publicitária denominada “Get a Mac”. Parte da campanha era a promessa de que os computadores da Apple estavam “prontos para usar” assim que fossem tirados da caixa e que eram compatíveis com periféricos de PCs. Você pode até se lembrar do slogan “Tudo funciona!”.

Quando se trata de gerenciar e colaborar com a sua equipe virtual, a sua meta é chefiar uma equipe virtual que esteja tão sincronizada que faça com que tudo funcione.

Para fazer isso, você precisa desenvolver e implementar a sua estratégia virtual.

Caminhos diferentes que terminam com mãos sobre dispositivosA sua estratégia virtual é o seu plano sobre como gerenciar da melhor forma a comunicação, a colaboração e a cultura virtual em sua equipe remota. Ela trata dos principais pontos críticos que apresentamos na unidade anterior:

  • Comunicação virtual
  • Colaboração virtual
  • Cultura da empresa

Não tem subordinados diretos virtuais? Não se preocupe. É provável que você faça negócios com pessoas em outros escritórios ou que trabalhem remotamente a partir de casa, ou com pessoas que trabalhem em outras partes do país ou do mundo. Somos todos uma equipe virtual. #umaequipevirtual. O que você aprende aqui pode ajudá-lo a gerenciar os seus relacionamentos de negócios com todos os membros da equipe virtual.

Para preparar a sua estratégia virtual, pense sobre esses pontos críticos e responda às perguntas neste quadro.

Introdução à sua estratégia virtual

COMPONENTE
PENSE SOBRE ISSO
Comunicação virtual
  • Quais tecnologias a sua equipe usa?
  • Com que frequência você se informa com a sua equipe?
  • Como você evita ou esclarece erros de comunicação resultantes da comunicação virtual?
Colaboração virtual
  • Como você colabora com a sua equipe virtual?
  • Como você pode incentivar a sua equipe virtual a colaborar entre si?
Cultura virtual
  • Como você reúne a sua equipe e a ajuda a sentir-se conectada à cultura da sua empresa?

Você está pronto para começar a elaborar uma estratégia? Vamos começar falando sobre comunicação.

Estratégia de comunicação virtual

A sua estratégia de comunicação virtual inclui a sua estratégia de tecnologia e melhores práticas de comunicação.

Tecnologia

Como gerente na atualidade, a tecnologia está no centro de quase tudo o que você faz. Na verdade, não haveria algo como colaboração virtual ou força de trabalho virtual sem a tecnologia. Imagine isso!

Atualmente, com tantos aplicativos e softwares diferentes disponíveis para as suas equipes usarem, é importante apresentar uma estratégia de tecnologia que funcione para a sua equipe.

Para se comunicar virtualmente, você precisa da maior parte dos itens a seguir:

  • Acesso confiável à Internet
  • Telefone fixo ou celular
  • Computador e webcam
  • E-mail
  • Software de conferência pela Web, como o GoToMeeting ou Google Hangouts
  • Aplicativos para colaboração online, como Chatter, Quip, Google Docs, Google Slides e Google Chat
Nota

Nota

Sabemos que todo mundo sabe a definição dos termos email e telefone. Mas, caso você não saiba, o Chatter é uma rede social para negócios que você pode utilizar para colaborar online com a sua equipe.

No Salesforce, o Chatter é a nossa receita secreta para conectar pessoas, informações e recursos de que os funcionários precisam para ter sucesso. Ele nos ajuda a manter uma cultura transparente e colaborativa. Você também pode se atualizar concluindo o módulo Noções básicas do Chatter.

Já o Quip é uma plataforma de colaboração baseada em nuvem que você pode usar para criar, debater e trabalhar rapidamente em qualquer dispositivo, com novas formas de conteúdo e comunicação. Você pode aprender mais sobre o Quip consultando o módulo Noções básicas do Quip.

Quando estiver pronto, há mais algumas coisas a serem pensadas quando se trata de tecnologia.

Considerações sobre a tecnologia

Use hardware, software e assinaturas online da sua empresa.
A maior parte das empresas já possui determinado tipo de hardware e software, além de assinaturas online.

Por exemplo:
  • Laptops e telefones celulares
  • Aplicativos de conferência via Web
  • Ferramentas de colaboração online, como o Quip ou o Chatter
Descubra qual tecnologia e quais ferramentas online a sua equipe utiliza para se comunicar e colaborar.
A sua equipe pode usar no cotidiano tecnologias diferentes daquelas utilizadas por sua empresa. Descubra o que funciona para a sua equipe.

Por exemplo:
  • A sua empresa usa o GoToMeeting para teleconferências, mas a sua equipe usa o Google Hangouts porque é fácil de acessar a partir do email.
Explore novas tecnologias que ajudem a sua equipe a cumprir melhor as tarefas.
As tecnologias avançam e mudam rapidamente. Mantenha-se atualizado quanto a novas tecnologias que ajudem a sua equipe a colaborar melhor.

Por exemplo:
  • Preste atenção à tecnologia que outras equipes internas ou clientes ou parceiros externos usam com as suas equipes.

Caso trabalhe fora do escritório da sua empresa e a sua equipe trabalhe em casa, beneficie-se dos recursos que você tem disponível no escritório. Por exemplo, em vez de usar a webcam do seu laptop, agende reuniões de equipe em salas de conferência que tenham uma webcam e tela integradas. Assim, os seus subordinados diretos virtuais podem vê-lo e a todo o grupo na sala.

Pessoas reunindo-se pessoalmente e por vídeo online

Tão importante quanto ver todo mundo é que o áudio da sua conferência via Web esteja à altura das circunstâncias. Certifique-se de que o som do seu laptop ou da sua sala de reunião da conferência via Web está nítido. Imagine o quanto seria terrível se a sua voz fosse cortada no meio de um anúncio importante.

Por fim, fones de ouvido de qualidade são um item definitivamente obrigatório para os membros da sua equipe virtual. Você pode até mesmo querer fornecer-lhes um bom conjunto.

Então, o que concluímos sobre tecnologia e colaboração virtual? O mais importante é que todos usem, como uma equipe, modos padronizados de comunicação e tecnologia.

Melhores práticas de comunicação virtual

Após decidir sobre qual tecnologia utilizar para se comunicar com a equipe, defina as melhores práticas sobre como se comunicar como uma equipe. Isso mantém as comunicações claras e reduz o risco de erros de comunicação.

Eis aqui algumas sugestões para ajudar você nesse processo.

  • Chegar a um acordo sobre qual tecnologia utilizar e quando
  • Estabelecer regras para reuniões virtuais
  • Esclarecer os horários de expediente
  • Respeitar os fusos horários
  • Seguir um plano para tratar de erros de comunicação

Quando decidir sobre o que gostaria que fosse incluído em seus acordos de comunicação, faça a sua equipe saber das regras fundamentais.

Vamos dar uma olhada mais atenta em o que cada sugestão acarreta.

Chegar a um acordo sobre qual tecnologia utilizar e quando

Na unidade anterior, falamos sobre a sua estratégia de tecnologia. Agora, vamos garantir que a sua equipe tem a perfeita noção de quando usar cada tipo de tecnologia.

Como gerente, você pode ter muitos subordinados diretos. Você tem uma preferência sobre como eles se comunicam com partes interessadas externas ou clientes? De acordo com a sua experiência, o que funciona melhor?

Por exemplo, identifique quando é melhor utilizar:

  • Telefone
  • E-mail
  • Chatter
  • Quip
  • Mensagens instantâneas
  • Conferência via Web

A resposta a algumas dessas perguntas pode ser uma questão de bom senso.

Pense sobre qual canal de comunicação a sua equipe deve usar para situações diferentes. Eis uma tabela para ajudá-lo a decompor ainda mais as coisas.

CANAL
QUANDO USAR
Telefone
  • Sincronizações rápidas, enquanto se aguarda por email, desaceleram o processo de trabalho
  • Situações onde você precisa de uma resposta imediata
E-mail
  • Comunicações que não precisam de uma resposta rápida
  • Mensagens das quais você quer manter um registro
Chatter
  • Mensagens nas quais você deseja que toda a equipe colabore
  • Transmitir e compartilhar anúncios de grupos
  • Informações que você deseja publicar e manter um registro
Quip
  • Colaborar com outras partes interessadas em um projeto
  • Brainstorming em equipe
  • Notas e ordens do dia de reuniões individuais e em grupo
  • Listas de tarefas e prazos
Mensagens instantâneas
  • Mensagens para as quais você deseja uma resposta rápida, mas não precisa que fiquem registradas
  • Situações quando você deseja a atenção imediata da outra pessoa
Conferência via Web
  • Individual, semanalmente
  • Reuniões de equipe agendadas
  • Reuniões que você precisa gravar
  • Ocasiões onde ver as expressões faciais dos colegas de equipe faz uma diferença

Estabelecer regras para reuniões virtuais

Quantas vezes você pressionou “mudo” enquanto discava para uma conferência via Web? Talvez isso fosse apropriado para a reunião, ou talvez não. Talvez você até mesmo estivesse desatento e trabalhando em outro projeto enquanto apenas ouvia pela metade. Não estamos perdoando esta conduta. Estamos apenas apontando para o fato de que isso acontece.

Uma vez que é mais difícil perceber dicas não verbais (como se alguém está prestando atenção) em reuniões virtuais, é útil estabelecer algumas regras para reuniões virtuais.

Por exemplo:

  • Peça à sua equipe para limitar os ruídos de fundo e evitar conversas paralelas.
  • Enfatize a importância de falar de forma clara e lentamente.
  • Faça com que os participantes saibam quando usar as suas webcams.
  • Comunique quando for correto que os participantes pressionem “mudo”.
  • Informe os participantes se a reunião está sendo gravada.

Diga aos seus subordinados diretos quais conferências via Web são necessárias e em quais devem usar as webcams deles.

Caso a cultura da sua empresa o permita, informe os seus subordinados diretos de que não há problemas em se vestir informalmente durante reuniões virtuais. Paletó e gravata não são necessários!

Conferências via Web são um componente importantíssimo da colaboração virtual; assim, ter um plano em vigor, como o que acabamos de discutir, é mais importante do que nunca. Você quer ter certeza de que trata os outros participantes com respeito.

Esclarecer os horários de expediente

Atualmente, é mais importante que o trabalho seja concluído no prazo. E é cada vez menos importante que uma pessoa trabalhe das 9 h às 17 h. Alguns funcionários virtuais começam e terminam o expediente conforme a própria agenda pessoal deles.

Como gerente, evite erros de comunicação em relação a quando o expediente de trabalho começa e termina, expressando se há horas específicas em que gostaria que os seus subordinados diretos estivessem disponíveis e acessíveis online. Talvez seja essencial para os negócios que os seus subordinados diretos estejam acessíveis durante o expediente normal de trabalho, mesmo que completem os seus projetos dentro do prazo enquanto trabalham fora do expediente. Esclareça as suas expectativas, mas seja consistente com todos os seus funcionários.

Respeitar os fusos horários

Duas cenas diferentes: uma cena, diurna, com pessoas no escritório falando em uma conferência por telefone; outra cena, noturna, com um cachorro dormindo no chão e uma pessoa se comunicando por meio de um computador.

Assim como é importante esclarecer os horários comerciais, é importante saber onde a sua equipe está localizada e quando faz negócios. Como gerente, dê um exemplo para o restante da equipe respeitando os outros fusos horários.

Quando se reunir com subordinados diretos que estejam em fusos horários diferentes:

  • Agende reuniões dentro dos horários comerciais apropriados
  • Planeje antecipadamente e peça permissão caso precise se reunir em um horário não convencional
  • Especifique o fuso horário ao propor horários de reunião
Nota

Nota

Use este Relógio mundial planejador de reuniões para encontrar o melhor horário para se reunir com os membros de sua equipe, tendo em conta os fusos horários deles.

Seguir um plano para tratar de erros de comunicação

Você colocou em vigor um plano de comunicação para a sua equipe virtual. Mas o que ocorre se, mesmo assim, você enfrentar um erro de comunicação em sua equipe? Como você lida com isso?

Quando trabalha junto em um escritório, você tem o benefício de uma conversa paralela rápida para esclarecer o erro de comunicação. No mundo virtual, corrigir as coisas requer um pouco mais de esforço.

Dependendo da causa do erro de comunicação, é uma boa ideia ter um protocolo a seguir quando ocorre uma divergência na comunicação entre você e um dos seus subordinados diretos.

Aqui estão algumas dicas para ter em mente, para lidar com erros de comunicação.

  • Assumir uma intenção positiva. Parta do princípio que os seus colegas de equipe virtuais estão fazendo o melhor para cumprir com as metas da equipe.
  • Ser pontual. Entre em contato com os seus colegas de equipe virtuais através de telefone ou conferência via Web dentro de 24 horas.
  • Fazer perguntas. Pergunte: “O que vocês pensam sobre como se passou a nossa chamada telefônica com nossas partes interessadas?” Ou: “Você poderia me ajudar a compreender os números na planilha que me enviou antes?”
  • Ser transparente. Explique a sua perspectiva e porque pensa assim.

Ao seguir essas melhores práticas de comunicação, você terá uma estrutura de como se comunicar virtualmente como uma equipe. Isso mantém a equipe no mesmo nível de entendimento e ajuda a reduzir o risco de incompreensões.

Estratégia de colaboração virtual

Então qual é a diferença entre uma “estratégia de comunicação virtual”, como a que abordamos anteriormente, e uma “estratégia de colaboração virtual”? Bela pergunta.

A sua estratégia de colaboração virtual assemelha-se mais a um plano. Ela leva as coisas mais além para explicar as melhores práticas para trabalhar em conjunto de forma colaborativa e realizar o trabalho como uma equipe virtual. Aborda o processo de trabalhar em conjunto e como gerenciar da melhor forma os relacionamentos com subordinados diretos em diferentes tipos de equipes virtuais.

Começaremos falando sobre os diferentes tipos de equipes virtuais. Depois, falaremos sobre formas de trabalhar em conjunto para colaborar virtualmente em cada equipe.

Como colaborar com diferentes tipos de equipes virtuais

Então, como se parece uma equipe virtual realmente colaborativa? Não há uma regra rígida e rápida! Na verdade, por vezes, você pode colaborar virtualmente com colegas de equipe, embora estejam localizados no mesmo prédio ou na porta ao lado. Acontece que, para ser uma equipe virtual, tudo o que é necessário ter em comum é o uso de tecnologia para se comunicar.

Então, por que estamos falando sobre diferentes tipos de equipes virtuais? Porque há ligeiras nuances na forma de colaborar virtualmente, dependendo do tipo de equipe virtual que você gerencia.

Equipes com trabalhadores virtuais em tempo integral, equipes virtuais híbridas, equipes globaisEis aqui alguns exemplos de diferentes tipos de equipes virtuais.

Tipo
Definição
Equipes com trabalhadores virtuais em tempo integral
Ao menos, uma pessoa da equipe opera exclusivamente a partir de um escritório doméstico.
Equipes virtuais híbridas
Inclui pessoas que trabalham no escritório e pessoas que trabalham fora do escritório ou em outros locais durante parte do tempo.
Equipes virtuais globais
Equipes que têm membros em diferentes partes do mundo. Esses membros podem trabalhar em escritório ou em casa.

É claro, a sua equipe pode ter elementos desses três tipos.

Equipes com trabalhadores virtuais em tempo integral

Equipes com trabalhadores virtuais em tempo integral têm, ao menos, uma pessoa que opera exclusivamente a partir de um escritório doméstico. Isso significa que você raramente se encontra pessoalmente com esses membros da equipe.

Se você gerencia uma equipe que trabalha em tempo integral a partir dos seus escritórios domésticos, estabeleça primeiro uma ligação agendando reuniões individuais frequentes e rotineiras, tentando se reunir pessoalmente quando essas pessoas forem admitidas na equipe e fazendo um esforço para se conectar pessoalmente, sempre que possível.

Na próxima unidade, compartilharemos mais dicas e melhores práticas para gerenciar funcionários virtuais em tempo integral. Mas lembre-se, quando você gerencia funcionários virtuais em tempo integral, o excesso de comunicação não é prejudicial. Quanto mais informações você compartilhar com os seus subordinados diretos virtuais em tempo integral, melhor preparados eles estarão para realizar os seus trabalhos.

Equipes virtuais híbridas

Equipes virtuais híbridas são compostas de funcionários e subordinados diretos que você encontra pessoalmente de forma ocasional. Com a tecnologia sendo entrelaçada a tudo o que fazemos, a maior parte das pessoas participa de uma equipe virtual híbrida.

Há muitos tipos diferentes de equipes virtuais híbridas:

  • Funcionários que têm acordos de trabalho flexíveis e trabalham, alguns dias, a partir de casa
  • Funcionários fixos em um escritório diferente daquele no qual você trabalha
  • Funcionários que viajam com frequência ou trabalham em locais diferentes

Equipes remotas híbridas também incluem equipes globais.

Com tantos tipos diferentes de equipes remotas híbridas, a forma como você colabora também pode ser híbrida, entre colaboração virtual e colaboração em pessoa.

Equipes virtuais globais

Três cenas: um homem no escritório com uma vista de Sidney, uma mulher no escritório com uma vista de Singapura e um homem em casa com uma vista de Londres.

Equipes virtuais globais têm membros em diferentes partes do mundo, sediadas em escritórios ou em casa.

Como mencionamos na primeira unidade, neste exato momento há uma enorme oportunidade de colaborar com pessoas talentosas de todo o mundo. Com isso, vem uma oportunidade ainda maior de aprender como os seus colegas de equipe e subordinados diretos em outros países fazem negócios.

Somente para começar, eis aqui algumas perguntas rápidas que você deve se fazer quando trabalha com membros em sua equipe global.

  • Estou usando uma linguagem que se traduz e faz sentido? Estou evitando gírias e jargão profissional?
  • Chegamos a um acordo sobre quais horas são apropriadas para nos comunicarmos considerando os nossos fusos horários diferentes?
  • Há diferenças na forma como a minha cultura toma decisões de negócios, conduz relacionamentos e exibe emoções?
  • Qual a etiqueta correta para comunicações entre profissionais?
  • Como eu gerencio comunicações com pessoas de diferentes culturas e países?

Para obter mais dicas e sugestões sobre como colaborar virtualmente ao longo de culturas, baixe a nossa publicação com dicas denominada Colaboração global do nosso pacote de Colaboração virtual.

O seu plano de colaboração virtual

Para agrupar tudo e criar o seu plano de colaboração virtual, consulte este quadro. Ele o ajuda a se relacionar com os diferentes tipos de funcionários em sua equipe virtual.

Como gerente colaborando com:
Faça isso
Não faça isso
Funcionários remotos em tempo integral
  • Acreditar que os seus funcionários trabalham da melhor forma, mesmo enquanto você não os observa.
  • Fazer uma verificação semanal para comunicar sobre atualizações de status.
  • Perguntar aos seus subordinados diretos o que você pode fazer para apoiá-los à distância e fornecer-lhes orientações quando precisarem de ajuda em projetos.
  • Partir do princípio que eles não estão trabalhando simplesmente porque não estão diante de você.
  • Exercer a microgestão do tempo do seu subordinado direto.
  • Não se preocupar em saber o que se passa na vida do seu subordinado direto.
Funcionários que têm acordos de trabalho flexíveis
  • Sugerir que se encontrem pessoalmente com membros da equipe quando possível.
  • Solicitar que eles compareçam a eventos de “desenvolvimento de equipes” fora da sede quando possível.
  • Pedir-lhes para usarem webcams quando se reunirem virtualmente.
  • Adiar uma reunião importante apenas porque eles não estão no escritório.
  • Permitir que os funcionários desliguem as suas webcams porque são tímidos ou não estão com a sua melhor aparência.
Funcionários sediados em um escritório diferente daquele onde você trabalha (você está no escritório de Chicago e o seu subordinado direto está no escritório da empresa em Nova Iorque).
  • Agendar reuniões individuais para conhecer membros individuais da equipe fora de reuniões de equipe formais.
  • Priorizar a reunião em pessoa, caso o seu subordinado direto viaje para a sua região.
  • Depender apenas de reuniões de equipe para conhecer os seus subordinados diretos.
  • Perder a oportunidade de se encontrar pessoalmente.
Funcionários que viajam com frequência ou trabalham em territórios de vendas diferentes.
  • Esclarecer as expectativas sobre quantas informações você deseja saber sobre reuniões com clientes e planos de viagem.
  • Ser flexível e compreensivo, se eles precisarem perder uma reunião de equipe devido a uma viagem.
  • Partir do princípio de que eles evitam intencionalmente reuniões de equipe quando têm reuniões com clientes.
  • Exercer a microgestão da agenda deles.

Estratégia de cultura virtual

É essencial criar uma estratégia sobre como ajudar a sua equipe a se conectar à cultura da empresa. Isso melhora o moral e impede que os seus subordinados diretos sintam-se isolados e desmotivados em seu trabalho.

Caso você trabalhe em um escritório, há coisas que, provavelmente, toma por garantido. Por exemplo, imagine que é terça-feira e você fica sabendo, ao chegar, que é aniversário de sua colega Márcia. Alguém na equipe pediu cupcakes. A equipe faz uma pausa rápida de 20 minutos para se entregar à delícia dos cupcakes e comemorar o aniversário de Márcia.

A equipe faz uma pausa rápida de vinte minutos para se entregar à delícia dos cupcakes e comemorar um aniversário.Ou é uma quarta-feira de trabalho comum. Você consulta o seu email para saber que há mochilas e cantis personalizados com a logomarca que restaram de um evento da empresa. Eles estão no 6º andar apenas esperado por você. O primeiro que chega, o primeiro que é servido.

E não esqueçamos do dia em que o seu gerente vibrou sem parar sobre o impacto positivo do projeto no qual você trabalhava. A sua equipe estava tão empolgada e foi tomada por tamanho orgulho colaborativo pela realização que vocês todos comemoraram após o trabalho... sem os seus colegas de equipe virtuais.

Algum desses cenários lhe é familiar?

Esperamos que sim! A cultura da empresa e divertir-se com os colegas são fatores de motivação nos seus dias de trabalho e ajudam a criar um vínculo com os colegas de trabalho para que todos trabalhem da melhor forma.

Agora, imagine que você trabalha em casa. Certamente, há vantagens. Por exemplo, você não precisa perder tempo no trânsito indo para o trabalho e regressando a casa, você pode correr até à academia em seu horário de almoço e pode até mesmo estar em casa quando o restante da sua família retorna do trabalho ou da escola. Ainda melhor, o fato de você trabalhar remotamente pode até mesmo lhe dar acesso a um trabalho e uma carreira que, de outra forma, não estariam disponíveis a você. Isso é ótimo para oferecer um equilíbrio entre trabalho e vida privada. E é provável que, sem as distrações do trabalho em escritório – como cupcakes de graça – você realize ainda mais trabalho diariamente (e evite crises de hipoglicemia reativa ao final da tarde!).

Mas imagine trabalhar durante todo o dia sem qualquer interação social dos seus colegas. Imagine que você também recebeu o email sobre os brindes gratuitos no 6º andar (mas você está localizado a mais de uma hora do escritório). Você não ganha uma mochila nem cantis!

Quando se trata de cultura corporativa, nem sempre é fácil os seus subordinados diretos virtuais sentirem-se conectados. Como gerente, o que você pode fazer para ajudar a sua equipe virtual sentir-se mais sintonizada com a cultura da empresa?

Na Salesforce, apresentamos em nosso grupo de equipes remotas do Chatter, denominado Ohana@Home, a questão sobre como estabelecer a cultura da empresa nas nossas equipes remotas. Fomos inundados por ótimas ideias.

Eis aqui o que os nossos gerentes e funcionários remotos sugeriram com relação à criação de estratégias em torno da cultura virtual.

  • Coordenar sessões de voluntários virtuais fora da sede ou decidir que todos se voluntariem ao mesmo tempo. Mesmo que você não esteja junto como uma equipe, você está junto em seus esforços por fazer do mundo um lugar melhor.
  • Reunir-se através do Google Hangout para comemorar os aniversários da sua equipe, todo mundo traz o seu próprio cupcake.
  • Compartilhar fotos do seu escritório doméstico em redes sociais e criar um concurso. As categorias do concurso poderiam incluir melhor arranjo de escritório, melhor vista a partir da mesa e maior necessidade de melhorias.
  • Iniciar um grupo dedicado à criação de cultura remota e ajudar os funcionários remotos a sentirem-se mais conectados aos eventos da empresa.
  • Simular uma experiência de bebedouro virtual. Use redes sociais e videoconferência para conhecer informalmente os seus colegas de equipe.
  • Conectar a sua equipe a outros funcionários locais. A cultura da empresa vai além do alcance da sua equipe. Incentive a sua equipe a se reunir pessoalmente com outros funcionários da empresa localizados nas proximidades.

Computadores que exibem participantes online em vídeo ao redor de um bebedouro virtualAgora, vamos agrupar tudo para criarmos a sua estratégia de cultura virtual com algumas recomendações e coisas a se evitar, testadas e comprovadas, sobre cultura virtual.

Como criar uma cultura virtual

Faça isso
Não faça isso
Trazer os brindes! Caso você receba um email sobre brindes gratuitos, pense em seus subordinados diretos virtuais e zele por eles. Então, corra para a sala de expedição e envie os brindes.
Estocar todos os brindes para os seus amigos e família.
Divulgar aniversários ou eventos especiais de outros colegas de equipe para que os seus subordinados diretos sintam-se integrados.
Enviar cupcakes velhos que restaram ou falar como os cupcakes estavam deliciosos.
Envolver-se em conversas informais e conhecer os seus subordinados diretos virtuais. Incentivar o restante da equipe a fazer o mesmo.
Manter tudo centrado nos negócios o tempo todo.
Se possível, conceder aos seus subordinados diretos virtuais a oportunidade de viajar até ao escritório para eventos importantes, como o início dos trabalhos anuais da empresa ou o evento anual fora da sede da sua equipe.
Dizer aos seus subordinados diretos virtuais: “Talvez incluamos recursos no orçamento do ano que vem para que vocês nos visitem.”
Nota

Nota

Para obter dicas sobre como estabelecer a cultura da empresa em sua equipe virtual, baixe a nossa publicação com dicas do nosso pacote de Colaboração virtual.

ResumindoResumindo

Estratégia é o nome do jogo quando se trata de colocar em vigor um plano para processos de tecnologia e comunicação que funcionem para a sua equipe.

Ter um plano sobre como se comunicar, com quais ferramentas se comunicar e quando se comunicar estabelece uma base que permite que você trabalhe de forma colaborativa rumo às metas da sua equipe. Isso ajuda a criar um processo de trabalho virtual que “simplesmente funciona”.

Você desenvolve sobre as suas bases estabelecendo processos de colaboração notáveis e criando uma cultura virtual que prospera. Em seguida, vamos analisar algumas melhores práticas e técnicas para gerenciar a sua equipe virtual.

Recursos