Comece a acompanhar seu progresso
Página inicial do Trailhead
Página inicial do Trailhead

Importar dados

Objetivos de aprendizagem

Após concluir esta unidade, você estará apto a:
  • Descrever e comparar as diferentes opções de importação de dados para o Salesforce.
  • Listar as etapas envolvidas na preparação e na importação de dados de um arquivo .csv de amostra usando o Assistente de importação de dados.

Introdução à importação de dados

Você pode facilmente importar dados externos para o Salesforce. Fontes de dados suportadas incluem qualquer programa que possa salvar dados no formato de texto delimitado por vírgulas (.csv).

O Salesforce oferece dois métodos principais para importar dados.

  • Assistente de importação de dados – Com esta ferramenta, acessível por meio do menu Configuração, você pode importar dados em objetos padrão comuns, tais como contatos, leads, contas, bem como dados em objetos personalizados. É possível importar até 50.000 registros por vez. Oferece uma interface simples para especificar os parâmetros de configuração, fontes de dados, e mapeamentos de campo que mapeiam os nomes de campo em seu arquivo de importação com os nomes de campo no Salesforce.

  • Data Loader – Aplicativo cliente que pode importar até cinco milhões de registros por vez, de qualquer tipo de dados, a partir de arquivos ou de uma conexão de banco de dados. Pode ser operado pela interface de usuário ou pela linha de comando. Neste último caso, é preciso especificar fontes de dados, mapeamentos de campo e outros parâmetros por meio de arquivos de configuração. Isso possibilita automatizar o processo de importação, usando chamadas de API.

Nota

Nota

Com os dois métodos, o número de registros que podem ser importados depende das suas permissões, do tipo de dados que você está importando e dos limites gerais de armazenamento de dados da sua organização. O tipo de objetos que você pode importar depende de sua edição.

Use o assistente de importação de dados quando:

  • Precisar carregar menos que 50.000 registros.
  • Os objetos que precisar importar forem suportados pelo assistente.
  • Você não precisar que o processo de importação seja automatizado.

Use o Data Loader quando:

  • Precisar carregar de 50.000 a cinco milhões de registros. Se precisar carregar mais de 5 milhões de registros, recomendamos que você se associe a um parceiro do Salesforce ou visite o AppExchange para encontrar um produto de parceiro adequado.
  • Precisar carregar para um objeto ainda não suportado pelo assistente de importação de dados.
  • Desejar agendar carregamentos de dados regulares, como importações a serem realizadas à noite.
Nota

Nota

O Data Loader usa a API SOAP para processar registros. Para um processamento mais rápido, você pode configurá-lo para usar a API em massa. A API em massa foi otimizada para carregar um grande número de registros de forma simultânea. É mais rápida do que a API SOAP devido ao processamento paralelo e a menos idas e voltas da rede.

Preparar para importação de dados

A Cloud Kicks fabrica tênis confortáveis e cheios de estilo, projetados e personalizados para seus clientes. Como as super estrelas de vendas, Candace e Jose, estão sempre em busca de ar puro e exercício, eles agendam uma reunião ao ar livre com Linda, a administradora do Salesforce da empresa. Eles querem a ajuda de Linda para trazer seus dados de CRM para o Salesforce. Como eles têm menos de 50.000 registros, Linda decide usar o Assistente de importação de dados. Quando ela retorna à sua mesa após a caminhada, prepara os dados para importação.

 Jose e Candace conversam com Linda sobre a importação dos dados

Siga estes passos antes de começar a importar dados.
  1. Use seu software existente para criar um arquivo de exportação.
  2. Limpe o arquivo de importação para fins de precisão e consistência. Para isso, atualize os dados para remover dados duplicados, eliminar informações desnecessárias, grafia incorreta e outros erros, bem como fazer cumprir as convenções de nomenclatura.
  3. Compare seus campos de dados com os campos do Salesforce para os quais você pode importar e certifique-se de que seus dados são mapeados para os campos adequados do Salesforce. Pode haver a necessidade de ajustes avançados no mapeamento antes de começar a importação. Para obter mais detalhes, consulte Mapeamento de campos para fontes de dados na ajuda online.
  4. Faça as alterações de configuração necessárias no Salesforce para lidar com os dados importados. Por exemplo, talvez seja necessário criar novos campos personalizados, adicionar novos valores a listas de opções ou, temporariamente, desativar as regras de fluxo de trabalho.
Nota

Nota

A Salesforce recomenda importar primeiramente um pequeno arquivo de teste para se certificar de que você preparou corretamente seus dados de origem.

Assista a este vídeo para obter mais informações sobre como limpar seu arquivo de importação.

Usar o Assistente de importação de dados

Depois de criar o arquivo de exportação e limpar os dados para importação, siga estas etapas para importar dados usando o Assistente de importação de dados.
  1. Inicie o assistente.
    1. Em Configuração, insira Assistente de importação de dados na caixa Busca rápida e selecione Assistente de importação de dados.
    2. Revise as informações apresentadas na página de boas-vindas e clique em Abrir o assistente!
  2. Escolha os dados que deseja importar.
    1. Para importar contas, contatos, leads, soluções, contas pessoais ou membros de campanha, clique em Objetos padrão. Para importar objetos personalizados, clique em Objetos personalizados.
    2. Especifique se você deseja adicionar novos registros ao Salesforce, atualizar registros existentes ou adicionar e atualizar os registros simultaneamente.
    3. Especifique os critérios de correspondência e outros critérios conforme a necessidade. Passe o mouse nos pontos de interrogação para obter mais informações sobre cada opção.
    4. Especifique o arquivo que contém os dados.
      Você pode especificar o arquivo de dados arrastando o CSV para a área de carregamento da página ou clicando na categoria CSV que você está usando e, em seguida, navegando e selecionando o arquivo.
    5. Escolha um método de codificação de caracteres para o arquivo. A maioria dos usuários pode aceitar a codificação de caracteres padrão.
    6. Clique em Avançar.
      Assistente de importação de dados
  3. Mapeie os campos de dados como campos de dados do Salesforce.
    O Assistente de importação de dados tenta mapear o máximo possível de campos de dados como campos de dados padrão do Salesforce. Se o Salesforce não conseguir mapear os campos automaticamente, faça isso manualmente. Campos não mapeados não são importados no Salesforce.

    Para ver uma lista de campos de dados padrão do Salesforce, em Configuração, na parte superior da página, clique em Gerenciador de objetos. Clique no objeto cujos campos interessam e clique em Campos e relacionamentos. Por exemplo, se você quiser ver uma lista de campos padrão do Salesforce para leads, clique em Gerenciador de objetos | Lead | Campos e relacionamentos.

    1. Analise a lista de campos de dados mapeados e localize os campos não mapeados.
    2. Clique em Mapear à esquerda de cada campo não mapeado.
    3. Na caixa de diálogo Mapear seu campo, escolha os campos do Salesforce que você deseja mapear e clique em Mapear.
      Nota

      Nota

      A caixa de diálogo Mapear seu campo também oferece a opção de salvar os dados dos campos não mapeados em um campo de notas gerais para contas e contatos. Para fazer isso, escolha Nota da conta ou Nota de contato na lista suspensa Mapear para e clique em Mapear.

    4. Para alterar os mapeamentos feitos automaticamente pelo Salesforce, clique em Alterar à esquerda do campo apropriado, escolha os campos do Salesforce que deseja mapear e clique em Mapear.
    5. Clique em Avançar.
  4. Analise e inicie a importação.
    1. Analise as informações de importação na página Revisar. Se ainda restarem campos não mapeados que você queira importar, clique em Anterior para retornar à página anterior e especificar os mapeamentos.
    2. Clique em Iniciar importação.
  5. Verifique o status de importação.
    Em Configuração, insira “Trabalhos de carregamento de dados em massa” na caixa Busca rápida e selecione Trabalhos de carregamento de dados em massa.
    Dica

    Dica

    O usuário que iniciar a importação dos dados receberá um email sobre o status quando a importação for concluída.

Quero saber mais...

Estas informações podem ajudá-lo a integrar os dados importados no Salesforce.
  • Novos valores para listas de opções e listas de opções de seleção múltipla – Se você importar um valor da lista de opções que não corresponda a um valor da lista de opções existente:
    • Para uma lista de opções sem restrições, o Assistente de importação de dados usa o valor que está no arquivo de importação.
    • Para uma lista de opções restrita, o Assistente de importação de dados usa o valor padrão da lista de opções.
  • Listas de opções de seleção múltipla – Para importar diversos valores para uma lista de opções de seleção múltipla, separe os valores com um ponto e vírgula no arquivo de importação.
  • Caixas de seleção – Para importar dados para um campo de caixa de seleção, use 1 para os valores marcados e 0 para os não marcados.
  • Valores padrão – Para campos de listas de opções, listas de opções de seleção múltipla e caixa de seleção, se você não mapear o campo no Assistente de importação, o valor padrão do campo (se houver) será inserido automaticamente no registro novo ou atualizado.
  • Campos de data/hora – Verifique se o formato de qualquer campo de data/hora que você estiver importando corresponde ao modo como ele será exibido no Salesforce, conforme sua configuração de localidade.
  • Campos de fórmula – Os campos de fórmula não podem aceitar dados importados porque são somente leitura.
  • Regras de validação de campo – O Salesforce executa regras de validação em registros antes de eles serem importados. Não são importados os registros com falha na validação. Considere desativar as regras de validação adequadas antes de executar uma importação se elas afetarem os registros que você está importando.