Organize seus dados

Objetivos de aprendizagem

Após concluir esta unidade, você estará apto a:

  • Descrever a diferença entre uma lista e uma extensão de dados.
  • Descrever os casos de uso para listas e extensões de dados.
  • Explicar como o Marketing Cloud gerencia dados externos e relacionamentos de dados.

Vamos nos organizar

Organizar e gerenciar seus dados é fundamental para uma segmentação eficaz. O Marketing Cloud organiza dados de duas maneiras: listas e extensões de dados.

  • Uma lista é uma coleção de assinantes que recebem suas comunicações. As listas têm atributos, como nome, endereço, interesses e aniversário, que contêm informações sobre os assinantes. Uma coisa a se observar nas listas é que as informações relativas aos atributos não podem existir sozinhas, sem um assinante. Você pode criar quantas listas precisar para segmentar seus assinantes e direcionar suas comunicações de email.
  • Uma extensão de dados é uma tabela no banco de dados do aplicativo que contém seus dados. Você pode usar uma extensão de dados para armazenar não somente dados de assinantes que podem ser enviados, como faz com uma lista, mas também dados relacionais, como compras, inventário e dados do programa de recompensas.

A forma como você organiza seus dados influencia as ferramentas que usa para segmentar. Quando se trata de escolher um modelo de dados, em geral, recomendamos o que segue.

Use listas quando:

  • Suas listas contêm 500.000 assinantes ou menos, mesmo a longo prazo
  • Você prioriza simplicidade em vez de desempenho
  • Você não precisa de velocidade de importação rápida
  • Você planeja usar um número limitado de atributos de assinante

Use as extensões de dados quando:

  • Suas listas contêm mais de 500.000 assinantes
  • Você tem vários conjuntos de dados de assinantes, com valores separados
  • Você envia mensagens globais
  • Você precisa de velocidades de importação rápidas
  • Você implementa envios acionados
  • Você usa APIs SOAP ou REST
  • Você prefere um modelo de assinatura flexível
  • Você quer aproveitar dados relacionais, como histórico de compras ou referências de local

Como criar uma atividade de importação

E se você tiver dados oriundos de outros lugares? Tudo bem! Você pode configurar uma atividade de importação simples no Automation Studio para trazer dados de fora do Marketing Cloud, por exemplo, dados de CRM ou de pontos de venda, para suas listas ou extensões de dados.

Paulo é o especialista em marketing da Northern Trail Outfitters. Ele tem enviado seu email promocional semanal há várias semanas e teve grande sucesso: muitas aberturas, muitos cliques e muitas compras. O único problema é que ele precisa atualizar manualmente sua extensão de dados MasterSubscriber com dados de outros sistemas.

Paulo é o especialista em marketing da Northern Trail Outfitters

O trabalho manual em algo que pode ser facilmente automatizado é um mau uso de seu tempo limitado, pensa ele. Brandon planeja configurar uma atividade de importação e automação para atualizar sua extensão de dados MasterSubscriber diariamente. Vamos primeiro dar uma olhada em como configurar uma atividade de importação.

Nota

Nota

Se você estiver acompanhando em sua própria instância de Marketing Cloud, verá seus ativos e dados. Neste módulo, estamos ilustrando o que você pode fazer com o Marketing Cloud mostrando as etapas que Paulo segue e os dados que ele vê. É claro que os dados em sua própria organização são diferentes.

  1. Passe o mouse sobre a nuvem azul do Salesforce para exibir a barra de navegação principal do Marketing Cloud.
  2. Passe o mouse sobre o Journey Builder.
  3. Selecione Automation Studio.
  4. Clique em Atividades.
  5. Clique em Criar atividade.
  6. Selecione Importar arquivo.
  7. Clique em Avançar. O tipo de atividade de importação de arquivo selecionado nas atividades do Automation Studio.
  8. Configure as propriedades da atividade de importação.
    • Nome: insira um nome.
    • Descrição: insira uma descrição.
    • Chave externa: insira uma chave ou deixe esse espaço em branco.
    • Marque a caixa de seleção Enviar email de notificação para.
    • Email: insira o endereço de email para o qual você gostaria que a notificação fosse enviada.
    • Clique em Avançar. O
  9. Configure a importação do arquivo.
    • Selecione o local do arquivo.
      • Configure os FTPs no administrador em Gerenciamento de dados.
    • Insira o padrão de nomeação de arquivo.
      • Isso permite que qualquer automação associada seja executada quando um arquivo cujo nome corresponda ao padrão for solto em uma pasta de FTP aprimorada.
    • Clique em Avançar. O padrão de nomeação de arquivo adicionado à atividade de importação do arquivo nas atividades do Automation Studio.
  10. Configure o destino.
    • Selecione MasterSubscriber.
    • Clique em Avançar. O destino do arquivo selecionado para a atividade de importação nas atividades do Automation Studio.
  11. Configure o mapeamento.
    • Selecione a ação de dados adequada: somente adicionar, somente atualizar, adicionar e atualizarou substituir.
    • Selecione como você deseja mapear as colunas entre a origem e o destino: cabeçalho, ordinalmenteou manualmente.
    • Clique em Avançar. Mapeamento do arquivo importado para um destino específico nas atividades do Automation Studio.
  12. Revise os detalhes da atividade de importação.
  13. Clique em Concluir.

Agora que Paulo tem sua atividade de importação, ele pode automatizá-la para ser executada diariamente. Ele decide adiar isso por enquanto, pois pode realmente incluir a atividade de importação na automação que segmenta seus assinantes.

Examinar seus dados

Uma nota final sobre organização. Verifique se seus dados estão limpos, são claros e fáceis de encontrar. Para fazer isso, remova frequentemente dados incorretos, incompletos, formatados incorretamente ou duplicados. Implemente convenções de nomenclatura para listas, extensões de dados, pastas e conteúdo a fim de oferecer estrutura e consistência em sua conta ou unidade de negócios. Por exemplo, suas convenções de nomenclatura podem refletir como você organiza seus dados, seja por campanha, tipo de publicação, frequência ou alguma combinação desses.

Agora você sabe o que é segmentação, por que é importante para seu negócio, como organizar seus dados e como configurar uma atividade de importação de dados. Vamos prosseguir com as ferramentas de segmentação.

Recursos