Praticar no Developer Console

Objetivos de aprendizagem

Após concluir esta unidade, você estará apto a:

  • Listar tipos de dados comuns.
  • Declarar uma variável.
  • Criar instruções de depuração e explicar seus resultados.
  • Definir sintaxe.

Na última unidade, você aprendeu sobre código, pseudocódigo e comentários de código. Mas uma coisa é certa: se você quiser aprender a ler e escrever código, não há nada a fazer além de começar logo. Por isso, vamos lá!

Variáveis

Pense em uma variável como um contêiner de dados. Você pode dar um nome para descrever o que está nele. Você pode rotulá-lo fisicamente com um nome exclusivo e adicionar coisas ao contêiner. Depois que o contêiner tiver tudo o que você quiser, o contêiner pode ser deixado separado até que ele seja necessário. 

Caixas de transporte rotuladas como chá, chaleira e colher.

As variáveis também são semelhantes a um campo temporário. Como um campo, cada variável tem um nome e também tem um tipo de dados. Quando o código é executado, seus nomes de variáveis não são importantes para o compilador, o sistema que interpreta o código. No entanto, quando os desenvolvedores tentam atualizar ou corrigir código, nomes de variáveis significativos diminuem o tempo gasto tentando entender o objetivo de cada variável. Veja este exemplo:

String f = 'Melissa';

O propósito da variável chamada f não está claro. A melhor prática é escolher nomes de variáveis claros e descritivos, por exemplo:

String firstName = 'Melissa';

Embora o nome descreva o que uma variável representa, o tipo de dados define o que a variável pode conter.

Tipos de dados comuns

Tipo de dados
Descrição e exemplo
Inteiro
Um número positivo ou negativo que não tem casas decimais.

Integer num = 12;
Decimal
Um número positivo ou negativo que tem casas decimais.

Decimal num = 12.22222;
String
Uma série de caracteres entre aspas simples. Isso pode incluir qualquer texto tão curto quanto uma letra até frases.

String s = 'A String';
Boolean
Normalmente é verdadeiro ou falso. No Apex, null (empty) também é um valor válido. Booleano é comumente usado com caixas de seleção.

Boolean b = False;
ID (ID Salesforce)
Qualquer ID de registro do Salesforce com 18 caracteres válidos.

ID id='00300000003T2PGAA0';

O Apex é uma linguagem fortemente tipada, o que significa que cada vez que você declara (cria) uma variável, você define seu tipo de dados, seu nome e, opcionalmente, seu valor inicial. 

Integer i = 2;

Neste exemplo, Integer é o tipo de dados, i é o nome da variável e 2 é o valor inicial da variável. O nome da variável pode ser o que você quiser. A melhor prática é usar nomes que transmitam claramente o propósito da variável, para que seu código seja fácil para outros desenvolvedores ler e entender.

Ao inicializar (atribuir um valor inicial a) uma variável , o valor atribuído deve corresponder ao tipo de dados da variável. Se você optar por não atribuir um valor na instrução de declaração de variável, o valor da variável será nulo.

Vamos declarar uma variável.

  1. No Developer Console, clique em Debug (Depurar) | Open Execute Anonymous Window (Abrir a janela Executar anônimo).
  2. Nota

    Nota

    Execute Anonymous executa o código sem salvá-lo. É uma ótima maneira de experimentar com pequenos trechos de código antes de adicionar o código ao seu aplicativo.

  3. Copie esse código e cole-o na janela Enter Apex Code (Inserir código do Apex).
  4. Integer numberOfSpoons;
    System.debug(numberOfSpoons);
    

    System.debug exibe o conteúdo de seus parênteses no log de depuração. 

  5. Marque a caixa de seleção Open Log (Abrir registro) e clique em Execute (Executar).
  6. A janela Enter Apex Code (Inserir código do Apex).

  7. O log de execução abre, exibindo o resultado da execução do seu código. Selecione a caixa de seleção Debug Only (Depurar somente) na parte inferior da janela.

Event:USER_DEBUG. Detalhes: [2]|Debug|null.

Agora, a coluna detalhes mostra apenas a saída System.debug:

  • O número da linha em que System.debug está localizado no código executado: 2.
  • O nível de registro: DEBUG.
  • O valor da variável numberOfSpoons: null.

System.debug

Imagine escrever um código que simplesmente não funciona. Não há ninguém para perguntar e você está a uma pesquisa do Google de jogar o seu laptop pela janela. É, isso acontece nas melhores famílias. E é aqui que o System.debug entra para salvar o dia! 

System.debug(Error!);

Não seria ótimo se você fosse notificado toda vez que um valor de variável específico fosse alterado? A instrução System.debug fornece esse tipo de notificação. Os desenvolvedores usam System.debug para monitorar a alteração de valores em um esforço para identificar onde seu código está errado.

  1. No Developer Console, clique em Debug (Depurar) | Open Execute Anonymous Window (Abrir a janela Executar anônimo).
  2. Copie este código e substitua o código existente na janela Enter Apex Code (Inserir código do Apex) por esse código.
  3. Integer numberOfSpoons;
    System.debug(numberOfSpoons);
    numberOfSpoons = 1;
    System.debug(numberOfSpoons);
  4. Marque a caixa de seleção Open Log (Abrir registro) e clique em Execute (Executar).
  5. O log de execução abre, exibindo o resultado da execução do seu código. Selecione a caixa de seleção Debug Only (Depurar somente) na parte inferior da janela.

Notou alguma coisa interessante? A linha 2 e a linha 4 são linhas de código idênticas, mas produzem valores diferentes no log. Isso acontece porque um valor de variável pode mudar a qualquer momento.

Dois eventos de log de depuração. O valor da linha 2 é nulo. O valor da linha 4 é 1.

Estamos trabalhando com um exemplo simples: o valor do número de colheres em dois pontos em nosso código. Se você estivesse executando 50 linhas de código e monitorando cinco variáveis, talvez você queira ver o nome de cada variável junto com seu valor nos detalhes do log.

Os desenvolvedores usam a concatenação para conectar texto literal e valores de variável com o sinal de +. A concatenação de informações em suas instruções de depuração facilita a leitura e a compreensão do log de depuração.

Vamos incluir o nome da variável numberOfSpoons juntamente com seu valor em nossas duas instruções de depuração.

  1. No Developer Console, clique em Debug (Depurar) | Open Execute Anonymous Window (Abrir a janela Executar anônimo).
  2. Copie esse código e cole-o na janela Enter Apex Code (Inserir código do Apex).
  3. Integer numberOfSpoons;
    System.debug('The variable numberOfSpoons is: ' + numberOfSpoons);
    numberOfSpoons = 1;
    System.debug('The variable numberOfSpoons is: ' + numberOfSpoons);
  4. Marque a caixa de seleção Open Log (Abrir registro) e clique em Execute (Executar).
  5. O log de execução abre, exibindo o resultado da execução do seu código. Selecione a caixa de seleção Debug Only (Depurar somente) na parte inferior da janela.

Dois eventos de log de depuração. A linha 2 diz “The variable numberOfSpoons is: null”. A linha 5 diz “The variable numberOfSpoons is: 1”.

Agora, é claro que os dois valores, null e 1, são valores para a variável numberOfSpoons. 

Sintaxe

O que você entendeu nesses exemplos de código sobre como estruturamos nosso código? A forma como o texto e a pontuação são organizados para criar uma linguagem de programação é chamada de sintaxe. Aqui estão algumas regras de sintaxe para o código do Apex. 

  1. A primeira coisa que você deve ter notado é que as instruções do Apex terminam com um ponto e vírgula.
  2. String time;
    Ponto e vírgula terminam as instruções do Apex da mesma forma que os pontos terminam as frases. Se você esquecer o ponto e vírgula no final de uma instrução, será lembrado com uma mensagem de erro amigável.

  3. As sequências de caracteres do Apex usam aspas simples para separar o texto literal do código circundante. Os números e valores booleanos (verdadeiro ou falso) não precisam de aspas.
String time = 'It is Tea Time!';
Integer i = 2;
Boolean b = false;

Agora você sabe o que são variáveis, tipos de dados e sintaxe. Você aprendeu a declarar uma variável e a atribuir um valor a ela. Você praticou criar suas próprias instruções de depuração e revisá-las no log de depuração. Ótimo trabalho!

Recursos